28 de jan de 2010

Crise de égos

Do blog do Doxologia...

Num reino não tão distante, essa semana está enfrentando fora os problemas administrativos e legislativos, um problema mais grave ainda. Existe uma grande luta para se saber quem aparece mais, ou qual é a vitima mais indefesa.

São tantas pessoas "humildes" em suas pífias declarações, que chegam ao cumulo do ridículo. Pois movidas pelo sarcasmo da ignorância, movidas por um inexplicável senso de municipalismo ideológico, nunca vistos antes. Mas os égos afloraram, e a disputa está acirrada .....
Pelo andar da carruagem (não a real), a disputa mais acirrada será pela vaga de bobo-da-corte.
Logo um dos nobres Edis, vai ter a feliz idéia de aumentar o numero de bobos-da-corte.


Bobo da corte, bufão, bufo ou simplesmente bobo é o nome pelo qual era chamado o "funcionário" da monarquia encarregado de entreter o reis e rainha e fazê-los rirem. Muitas vezes eram as únicas pessoas que podiam criticar o rei sem correr riscos.