25 de out de 2010

Vereadores votam hoje cassação do Prefeito de Paranapoema

Direto do O Diário...

Começou, na manhã desta segunda-feira (25), a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Paranapoema (110 km de Maringá) que irá votar o pedido de cassação do prefeito da cidade, Hélio de Souza Ramalho (PTB). Uma Comissão Processante investigou, nos últimos dois meses, possíveis irregularidades cometidas pela administração municipal.

Entre as denúncias está uma sobre possível superfaturamento na compra de combustíveis em um posto da cidade. De acordo com documentos apresentados pelo denunciante, a administração Ramalho pagou mais de R$ 600 mil pela compra de gasolina, álcool e óleo diesel, porém a frota da prefeitura - que se resume a sete veículos - não teria como consumir tanto combustível, até porque quase todos estavam inativos por problemas mecânicos.

O prefeito disse a O Diário que "não há qualquer irregularidade na minha administração e essa investigação vai comprovar isso". O prefeito tem apoio da minoria dos vereadores da Câmara de Paranapoema.