14 de jan de 2010

Sarandi, no Limite!

Dizem que "o sonho e a esperança são dois calmantes que a natureza concede ao ser humano". Porém, em terra em que os ânimos sociais se exaltam... as tolerâncias atingem níveis alarmantes...as promessas se descumprem...as necessidades se acumulam...a "máquina publica" trava-se...sem "mecânicos" para repará-la no curto prazo...por mais que se use "doses cavalares" de "esperança", ainda assim, são ineficazes para desatar os nós da "ingovernabilidade" instalada que permitiu surgir uma espécie de  "estado de emergência" crônico que a cidade se encontra. Se há soluções no curto prazo, certamente iremos encontrá-la. Conte com o povo, gestores! mas não façam apenas "contos" para o povo!


Dr. Allan Marcio - Colaborador