21 de jan de 2010

“Medo” ou “Descrédito” popular com a “Coisa Pública”?

Nos primórdios "era ser ou não ser", hoje, "é ter ou não ter". As divergências de opiniões frente aos acontecimentos políticos da cidade se mesclam com pitacos de revanchismos que promovem o "medo" contra aqueles que se declararam em publico sua opinião cidadã, um típico fruto podre de um passado recente "ditatorial" e "coronelista" brasileiro. Só que agora, soma-se ao crescente "descrédito popular" frente às forças representativas democraticamente eleitas que ali estariam, constitucionalmente, para promover a ampla defesa e fiscalização do erário público. Hoje, Sarandi detém uma população dividida frente aos desfechos políticos locais, porém mais reflexiva diante dos acontecimentos sociais. Portanto, neste cenário, a população precisa urgentemente é de "atitudes políticas", pois todos perdem nesta novela maquiavélica de "jogo do poder" que se instalou em nossa ordeira cidade.


Dr. Allan Marcio - Colaborado