30 de nov de 2009

Prefeito Milton Martini poderá ser cassado

Na Câmara de Vereadores de Sarandi, na tarde de 30/11/2009, com uma Plenária superlotada pela população e cobertura da mídia integrada ( Blogs, Jornais, Rádios, TVs) foi instaurada uma Comissão Processante – CP - por 7 votos a favor e 2 Votos contra. Tivemos a seguinte relação dos vereadores abaixo votantes:

Votos a Favor: 7

1. Nito
2. NIldão
3. Biancho
4. Roberto Grava
5. Luiz Aguiar
6. Reginaldo
7. Belmiro

Votos Contra: 2

1. Rafael do Povão
2. João Lara.

Foi deferido a seguinte Constituição da Comissão Processante, tendo como Presidente da Comissão o Exmo. Vereador Luiz Aguiar (PPS) e Relatoria o Exmo Vereador Aparecido Biancho (PT) determinada na ocasião do referendo em plenário.

As seguintes linhas de investigação foram elencadas para as devidas apurações a serem averiguadas pela CP num prazo de noventa dias a ser exposto através de Relatoria citada.

1. Compras de Bombas e venenos por parte do Ex-Chefe de Gabinete, sendo que após as denuncias o Prefeito devolveu o dinheiro tentando desqualificar o crime;
2. Planilhas referentes a compras de emulsão asfaltica, sendo que nos mês de abril foram compradas 873 Toneladas, sendo que o valor total de massa asfaltica gira em torno de 1400 toneladas;
3. Desencontros das pesagens do lixo na PAJOAN – Aterro Sanitário - em relação as etiquetas que rotulavam este controle
4. Dentre outras 43 que estão sendo investigados pelo Ministério Público e agora pela Comissão Processante que deverá apurar integradamente;

Portanto, Sarandi se insere num novo contexto histórico quanto a participalidade popular em referendar a moralidade tão excluída em nossa cidade, mas agora repaginada pelos interesses integrados nesta ação que visa moralizar a política sob a ótica do “vamos repensar Sarandi” com transparência e publicidade.



Blogosfera de Sarandi